O Dia 31 de maio de 2015 é Dia Mundial Sem Tabaco. PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 28 Maio 2015 22:14

O Dia 31 de maio de 2015 é Dia Mundial Sem Tabaco. O tema deste ano refere-se ao "Contrabando e tráfico ilícito de tabaco".

siga o link: http://www.who.int/campaigns/no-tobacco-day/2015/en/


Em Portugal, infelizmente não temos motivos para comemorar!


Portugal ainda não assinou o protocolo internacional sobre o contrabando ilícito de tabaco proposto no seio da Organização das Nações Unidas. Não se percebe as razões que levam a este atraso, sendo Portugal uma importante via de entrada e passagem do contrabando de tabaco para o espaço europeu.

Portugal também não conseguiu desenvolver uma proposta ou legislação que permita a existência inequívoca e imediata de espaços 100% livres de tabaco, protegendo assim a saúde da população. Não se podem aceitar as razões económicas e comerciais particulares para justificar a incapacidade demonstrada de criar uma boa legislação e de defender e proteger a saúde dos seus cidadãos. A responsabilidade da manutenção desta situação, que aumenta a doença, incapacidade e morte dos portugueses é do Governo, e agora do Parlamento.

Segue abaixo o Press Release da COPPT e das ONGs Portuguesas para o Controlo do Tabaco, que relata as impressões globais das ONGs e demais intervenientes da Saúde Pública que emergiram da 13ª reunião do Conselho Técnico Consultivo do Tabaco (CTCT) da Direcção Geral da Saúde, que decorreu no dia 22 de Maio de 2015, no sentido de não aprovar ou concordar com a proposta em análise na Comissão da Saúde da AR, bem como, na sua sequência, a posição das ONGs de solicitar aos mesmos a introdução de outras alterações que não as apresentadas pelo Governo à proposta, de forma que possam reflectir dessa forma as mais recentes e fortes evidências científicas e as melhores práticas em termos de Saúde Pública pretendidas por todos.

Anexos:
ArquivoDescriçãoTamanho
Fazer download deste arquivo (20150531-Posicao-ONGs-Tabaco-dps-reuniao-COTCT_DGS-2015-FINAL.pdf)Press Release 724 Kb