Organizações de saúde UE aplaudem posição do Parlamento Europeu contra os acordos da indústria do tabaco PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 11 Março 2016 00:19

 Bruxelas, 10 de março de 2016:

Ontem, o Parlamento Europeu aprovou uma resolução declarando inequivocamente que a Comissão Europeia não deve renovar, estender ou renegociar o acordo sobre o comércio ilícito e contrabando de tabaco com a Phillips Morris International (PMI) para além da data atual de expiração, em Julho de 2016.

A resolução foi aprovada por uma esmagadora maioria de 414 votos a favor, 214 contra e 66 abstenções; e ainda pela esmagadora maioria dos deputados portugueses, à exceção de 4 deputados (2 do PSD e 1 do PP contra; 1 abstenção do Partido Terra).* O parágrafo explicitamente exortando a Comissão para rejeitar quaisquer extensões ganhou uma maioria ainda mais expressiva de 432 votos. A decisão de renovar o acordo com a PMI está atualmente sob consideração ativa pela Comissão Europeia e uma decisão será tomada em breve, daí que a resolução contra do Parlamento Europeu seja crucial e oportuna.

*http://www.europarl.europa.eu/sides/getDoc.do?pubRef=-%2f%2fEP%2f%2fNONSGML%2bPV%2b20160309%2bRES-RCV%2bDOC%2bPDF%2bV0%2f%2fEN&language=EN O voto dos deputados do PE (DPE) contra a renovação do acordo PMI está páginas 76-77: DPE sob o sinal (+) aprovaram a Resolução contra o acordo. DPE sob o sinal (-) não aprovaram. DPE sob o sinal (0) abstiveram-se.

 

Anexos:
ArquivoDescriçãoTamanho
Fazer download deste arquivo (Factsheet  sobre o Acordo PMI.pdf)Factsheet sobre o Acordo PMI.pdf 576 Kb
Fazer download deste arquivo (PR 10  Março 2016.pdf)PR 10 Março 2016.pdf 539 Kb